sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Frescrura que passa com devida experiência.

A meu,to tão desligado pra algumas coisas,ao mesmo tempo ando ligado a tudo.As pessoas que quero que estejam ligadas a mim não estão,sofro muito com isso,pois eram nelas que eu dava mais valor,agora nem sei se isso vale mais a pena,o que é que vale a pena nessa vida?ser feliz,concerteza,mas como,de que maneira?é tão difícil essa adolescência,é meio que um momento onde queremos tudo de uma só vez,sem pensar no que fazer,ou lutar para consegui-lá.
Sabe,as vezes como ontem,como hoje,e provavelmente amanhã,sinto uma falta tremenda,uma carência desigual de um abraço,uma palavra,um beijo do amor certo ou se não certo,repentino mesmo,só para fazer alguma pessoa feliz,é como se fosse uma carência acabando com a carência sabe.Mas eu não consigo,não por falta de me esforçar,e sim falta de palavras e argumentos que o meu coração não consegue de jeito nenhum expressar no mundo real o que ele sente.
Preciso sair deste quarto,quente e úmido,cheio de informações mas nada de experiência lá fora,nada do convívio humano,apenas eu,apenas meu jeito,minhas coisas,meu canto.Sim descobri o problema de tanta falta da carência,é sair um pouco(disse um pouco)do meu mundo de ilusão,onde eu tenhu tudo o que eu quero,e nem faço um esforço sequer a isto,é simples como ver televisão,imaginar você lá atuando junto com os atores e tocando junto com seus ídolos;basta ouvir uma música que ja me dá esperanças,mas dependendo da música,ela pode me jogar para um buraco,frio e sombrio,onde a solidão me espera,e a ilusão desses sonhos intermináveis invadir a minha cabeça,tirando toda a experiência.O que preciso é de argumentos para me defender,é a informação colhida de maneira adequada,e sendo transmitida de maneira que o meu próximo a entenda com clareza.
Somos seres humanos,precisamos pensar,agir,comer,"namorar"(meu caso é sério a questão disso)não sei porque sabe,as vezes dá vontade de ser livre,e aproveitar a vida,mas algumas vezes dá vontade de compartilhar seus sentimentos a uma pessoa,não dá?interminaveis são meus discursos,mas não minha felicidade,afinal que felicidade dura para sempre?,meu deus quantas perguntas..........maldita frescura adolescente.

2 comentários:

Menino Poeta disse...

bem interessante esse seu post... vc me fez lembrar de um amigo meu na questão de namorar. hehehhehehehe. mais isso é verdade. eu queria ter pessoas aqui do meu lado amigos mesmo, um abraço deles, uma palavra, mais hoje se foram não pra longe, mais a nossa amizade é que foi pra longe sabe? mais o que posso fazer? bela as suas palavras

Jojo barbosa disse...

Maldita frescura adolescente....rs....entendo tudo o que vc escreveu nesse post, já passei por essas desilusões da vida, mas não se preocupe com isso, tudo passa. Em relação a namorar...bem não se preocupe, tudo tem seu tempo. Às vezes é melhor ser sozinho e sentir solidão que não ter o amor correspondido na mesma intensidade que amamos.
Bjus.

 
;